bettencourt, anastácio moniz de

Médico e bacharel em cânones pela Universidade de Coimbra. Foi também poeta, destacando-se as suas composições pelo seu caráter original.

Palavras-chave: medicina; cânones; poesia.

Nasceu no Funchal e faleceu na ilha Terceira, nos Açores, onde residiu durante largos anos. Desconhecem-se as datas do seu nascimento e do seu falecimento. Casou-se em 1808, na freguesia de S. Pedro, no Funchal, com Ana Jacinta de Bettencourt Pita. Um dos seus filhos foi Nicolau António de Bettencourt.

Era médico e possuía o grau de bacharel em Cânones pela Universidade de Coimbra. Em 18 de maio de 1801 foi nomeado professor substituto das cadeiras de Retórica e de Filosofia, que na altura havia no Funchal, e em 30 de março de 1803 professor da cadeira de Filosofia Racional. Pouco tempo depois, foi viver para a ilha Terceira.

Dedicou-se ainda à poesia, escrevendo composições que, apesar de manifestarem as influências próprias da época, afirmam um estilo original.

Bibliog. impressa: CLODE, Luiz Peter, Registo Bio-Bibliográfico de Madeirenses – Séculos XIX e XX, Funchal, Caixa Económica do Funchal, 1983; CRUZ, Visconde do Porto da, Notas e Comentários Para a História Literária da Madeira, vol. I, Funchal, Câmara Municipal do Funchal, 1949; SILVA, Fernando Augusto da e MENESES, Carlos Alberto de, Elucidário Madeirense, Funchal, Secretaria Regional da Educação e Cultura, 1978.

António José Borges

(atualizado a 05.09.2016)