antropologia e cultura material

Area temática de antropologia, coordenada por Jorge Freitas Branco

provérbios e outros ditos populares

Não existindo nenhum dicionário de provérbios madeirenses, mas apenas algumas recolhas avulsas, este texto procura contribuir para um melhor conhecimento do património linguístico e cultural da Madeira. Pretende-se ainda participar na discussão sobre a questão colocada por Cabral do Nascimento, em 1950, acerca da “existência de palavras e locuções madeirenses”, através da análise de exemplos …

provérbios e outros ditos populares Read More »

boa imprensa, a

A imprensa católica na Madeira, a chamada boa imprensa, durante todo o século XIX e até o primeiro quartel do século XX, permite-nos analisar o discurso normativo segundos os cânones do catolicismo, face a um mundo europeu em transformação em todos os sectores, nomeadamente nos campo filosófico e ideológico, o que, obviamente, terá reflexos profundos …

boa imprensa, a Read More »

crenças e superstições

A comunidade madeirense, como qualquer outra, caracteriza-se por ter fé, crer em entidades superiores, adoptar modos de manifestar essa atitude de em relação àquilo em que acredita. Mas, por um lado, temos de distinguir as crenças, de acordo com uma fé considerada verdadeira ou aceitável, assente em princípios bem definidos e tidos por inabaláveis certezas, …

crenças e superstições Read More »

ferreira, antónio aurélio da costa

António Aurélio da Costa Ferreira nasceu no Funchal a 18 de janeiro de 1879. Era filho de Francisco Joaquim da Costa Ferreira, natural do Porto, e de Teolinda Augusta de Freitas, natural do Funchal. Médico, antropólogo, pedagogo e político, licenciou-se, pela Universidade de Coimbra, em Filosofia (1899) e em Medicina (1905), tendo recebido vários prémios …

ferreira, antónio aurélio da costa Read More »

celebrações

O calendário das celebrações da Madeira é denso, em qualquer lugar e em qualquer época do ano pode assistir-se à celebração de uma festa, embora se registe maior incidência de eventos no período que vai do verão até ao Natal. A abordagem da atividade festiva não pode ser confinada a dicotomias como festa e quotidiano, …

celebrações Read More »

palatalização do /l/ no falar madeirense

O fenómeno fonético da palatalização da consoante <l> quando precedida da vogal tónica <i> no falar madeirense, isto é, quando o fonema /l/ se articula como se fosse um /ʎ/ ou <lh> (Fonética), observa uma tendência transversal a todos os extratos socioculturais da população madeirense. Este fenómeno é assinalado em vasta bibliografia: “Outro traço considerado …

palatalização do /l/ no falar madeirense Read More »