freitas, joão figueira de

Político e advogado. Formou-se, em 1925, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Ocupou por duas vezes o cargo de presidente da Junta Geral do Distrito Autónomo do Funchal. Como titular deste cargo, esteve ligado à criação da sopa económica, da secção de propaganda e turismo na Junta Geral, de escolas primárias e do Arquivo Distrital. Foi membro da delegação do Funchal da Ordem dos Advogados e, como político, presidiu à comissão distrital da União Nacional do Funchal. Foi presidente do conselho diretivo da Sociedade de Concertos da Madeira.

Palavras-chave:política; advocacia; União Nacional do Funchal; Sociedade de Concertos da Madeira.

Político e advogado, nasceu no Funchal, a 23 de julho de 1902, e morreu na mesma cidade, a 11 de agosto de 1980. Licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa a 24/07/1925. Ocupou por duas vezes o cargo de presidente da Junta Geral do Distrito Autónomo do Funchal. Como titular deste cargo, o seu nome parece estar ligado à criação da Sopa Económica, da secção de propaganda e Turismo da Junta Geral, de escolas primárias e do Arquivo Distrital. Foi membro da delegação do Funchal da Ordem dos Advogados e, como político, presidiu à comissão distrital da União Nacional do Funchal. Foi presidente do conselho diretivo da Sociedade de Concertos da Madeira (até 1973).

Bibliog.: Arquivo Distrital do Funchal, Caixa 8, n.º 1031; CLODE, Luiz Peter, Registo Bio-Bibliográfico de Madeirenses Sécs. XIX e XX, Funchal, Caixa Económica do Funchal, 1983; VIEIRA, Gilda França, e FREITAS, António Aragão de, Madeira Investigação Bibliográfica, vol. 1, Funchal, Centro de Apoio de Ciências Históricas, 1981.

Rui Gonçalo Maia Rego

(atualizado a 31.10.2016)