ilha, frei afonso da

Franciscano do séc. XVI que viveu muitos anos em Castela, nomeadamente no convento de Medina de Rio Seco. Sob anonimato publicou, em 1543 e em castelhano, uma obra de caráter moral intitulada Tesouro de Virtudes. A obra foi dedicada a Francisco Pessoa, tesoureiro da imperatriz D. Isabel. Trata-se de um texto de foro moral, traduzido para italiano por João Maria Brancalopo de Monte Falco e publicado em 1574 juntamente com o Martírio do V. P. Fr. André de Spoleto, da autoria de frei António Olano. Coloca-se a hipótese de este frei Afonso da Ilha ser o mesmo que, em 1493, no convento de São Francisco de Xabregas, encadernou um exemplar do Floreto de Sant Francisco, adquirido em Sevilha e, posteriormente, oferecido por frei João da Póvoa ao convento de Santo António, da Castanheira (Vila Franca).

Obras de Frei Afonso da Ilha: Tesouro de Virtudes (1543)

Bibliog.: MACHADO, Diogo Barbosa, Bibliotheca Lusitana, t. 1, Coimbra, Atlântida Editora, 1965; PAIVA, José de Freitas, “Fr. António da Ilha, o.f.m.: Partilha de Nome ou Identidade?”, Via Spiritus, vol. 1, Porto, 1994, pp. 209-212; COSTA, Maria Helena Porto, “Afonso da Ilha”, Dicionário de História da Igreja em Portugal, António Alberto Banha de Andrade (dir.), vol. 1, Lisboa, Resistência, 1980, pp. 56-57; PORTO DA CRUZ, Visconde do, Notas e Comentários para a História Literária da Madeira, vol. 1, Funchal, CMF, 1949.

Isabel Drumond Braga