mendonça, jorge nélio praxedes ferraz de

Nasceu a 22 de julho de 1930, no Funchal, onde concluiu a instrução primária e o Curso Geral dos Liceus, no Liceu Jaime Moniz, em 1947. Licenciou-se em Medicina e Cirurgia na Universidade de Lisboa no ano de 1954. Frequentou, desde o 3º ano do curso, o banco hospitalar de S. José.

Desenvolveu a sua preparação no serviço de Medicina nos Hospitais Civis de Lisboa, no serviço de Urgência do Hospital de S. José e no serviço de Cirurgia do Instituto Português de Oncologia.

Em setembro de 1955, iniciou o internato de Obstetrícia e Ginecologia na Maternidade Dr. Alfredo da Costa. Quatro anos mais tarde, ingressou nos quadros do Instituto Português de Oncologia, onde assumiu o cargo de Assistente e trabalhou no serviço de Terapia do Cancro Genital. Chefiou uma equipa de urgência no Hospital de Santa Maria e colaborou, ainda, no posto médico de Arroios da Caixa de Previdência e Abono de Família de Lisboa.

Em finais de 1963, Nélio Mendonça, ciente das grandes carências da Madeira nas áreas de Obstetrícia e Ginecologia, decidiu fixar-se no Funchal, onde constituiu família. Do casamento nasceram três filhos.

Na Madeira, ocupou o lugar de Médico Obstetra nos serviços Materno-Infantis do Funchal, tendo sido diretor da Maternidade da Caixa de Previdência e Abono de Família do Funchal. Integrou, em 1975, a comissão instaladora do Centro Hospitalar do Funchal. Desempenhou funções no Hospital Central do Funchal, passando por diversos cargos, e em 1978 foi nomeado diretor do serviço de Ginecologia. Em outubro de 2000, ocupou o cargo de diretor clínico da Clínica de Santa Luzia.

Foi sócio da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia e Ginecologia e da Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia.

No Arquipélago da Madeira, a atividade desenvolvida por Nélio Mendonça não se cingiu unicamente à medicina. O seu contributo estendeu-se à área política, através de militância ativa no Partido Social Democrata da Madeira, do qual chegou a ser vice-presidente. Foi deputado à Assembleia Regional da Madeira em diferentes Legislaturas, e à Assembleia da República em 1980-1984. A luta pela autonomia e os direitos dos madeirenses constituiu prioridade da sua ação. Pelos adversários políticos manteve uma atitude que se pautou pelo respeito.

Fez parte do primeiro Governo da Região Autónoma da Madeira com a pasta dos Assuntos Sociais e Saúde, tendo procedido a uma profunda reestruturação dos Serviços de Saúde e de Segurança Social na Região. Por toda a ilha foram criados Centros de Saúde, dotados de cuidados primários, por forma a que toda a população, que vivia em condições degradantes, tivesse acesso aos cuidados de saúde.

De 1984 a 1994, foi Presidente da mesa da Assembleia Legislativa da Madeira e posteriormente deputado ao Parlamento Europeu, cargo que desempenhou até setembro de 1999.

Ao longo da sua vida, não esqueceu a atividade desportiva. Foi um fervoroso adepto do Clube Desportivo Nacional e desempenhou a função de Presidente deste por um período de 20 anos (1973-1993). Neste período, deu especial atenção à promoção e pedagogia dos jovens através do desporto.

As condecorações são parte integrante do percurso de vida de Nélio Mendonça. Assim, em 1986, face a serviços gratuitamente prestados ao Externato Princesa Dona Maria Amélia, foi agraciado pela Coroa Sueca. Por proposta do Conselho Médico da Região Autónoma da Madeira, foi no ano de 1997 distinguido pela Ordem dos Médicos com a Medalha de Mérito. Recebeu, em 1999, a condecoração da Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, atribuída pelo Presidente da República Jorge Sampaio. Foi homenageado nas Jornadas Médicas Atlânticas realizadas em maio de 2009. Com base na Resolução n.º 1080/2009, por serviços prestados à Região em diferentes áreas, o hospital sito à Cruz de Carvalho passou a designar-se Hospital Dr. Nélio Mendonça. Por iniciativa dos grupos Pretos-Brancos e Os Alvi-Negros, o Clube Desportivo Nacional inaugurou, em 2010, na rotunda norte da sua Cidade Desportiva, um busto de homenagem ao empenho, à amizade e à dedicação de Nélio Mendonça por este clube onde, por desejo próprio, as suas cinzas repousam. Faleceu a 13 de julho de 2009.

Bibliog.: ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA, “Presidentes anteriores”: http://www.alram.pt/47-alram/presidentes-anteriores.html (acedido a 13 jul. 2015); CLUBE DESPORTIVO NACIONAL, “Presidentes”: http://www.cdnacional.pt/presidentes.asp (acedido a 23 set. 2015); Fonte oral: SILVA, Maria do Carmo (Gabinete de Comunicação do Serviço de Saúde da RAM), entrevistada por Albertina Henriques [comunicação pessoal], Funchal, set. 2015.

Albertina Henriques

(atualizado a 05.09.2016)