Nova História Económica da Madeira

Grátis!

Na cultura ocidental mediterrânica, as ilhas exercem um particular fascínio. A elas estão ligadas uma cultura e história milenares, sendo um dos marcos mais relevantes daquilo que foi a expansão europeia dos séculos XIV a XVI. A história das ilhas atlânticas perde-se no mítico mundo antigo, representando a expressão terreal do paraíso.

De todas as ilhas atlânticas, a que mais extasiou os exploradores europeus, a partir do século XIV, foi a Madeira.

Download Livro

REF: L01 03 Categoria: Etiqueta:
Page2

Descrição do Produto

Na cultura ocidental mediterrânica, as ilhas exercem um particular fascínio. A elas estão ligadas uma cultura e história milenares, sendo um dos marcos mais relevantes daquilo que foi a expansão europeia dos séculos XIV a XVI. A história das ilhas atlânticas perde-se no mítico mundo antigo, representando a expressão terreal do paraíso.

De todas as ilhas atlânticas, a que mais extasiou os exploradores europeus, a partir do século XIV, foi a Madeira. A riqueza e economia madeirenses são geradas numa relação direta com o mundo atlântico, que abre o caminho a rotas e mercados, com as capacidades reveladas pelos seus povoadores em fazerem transformar o rochedo, por vezes quase inóspito, num espaço de riqueza inexcedível.

Com esta obra o autor aceitou o desafio de repensar a História Económica da Madeira, assumindo que urge investir numa abordagem historiográfica que seja capaz de atender ao novo discurso da História Económica, como também de uma História global, de síntese.

É necessário abater os preconceitos da História dos produtos e dos ciclos económicos, assim como trazer ao debate um conjunto de temas renegados ou proscritos, como as finanças e contrabando. É também necessário pensar a economia e a história da ilha dentro de um espaço restrito de arquipélago, quase só ilha, que marca a realidade madeirense.